Taxa de Desocupação sobe no trimestre encerrado em fevereiro/2018 - Trabalho Hoje

PUBLICIDADE

Compartilhe no Facebook
Siga-nos no Twitter

Opinião

PNAD - Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua

29/03/18 | Taxa de Desocupação sobe no trimestre encerrado em fevereiro/2018

Segundo os dados da PNAD CONTÍNUA do IBGE, a taxa de desocupação para o trimestre de dez/2017 a fev/2018 subiu para 12,6%, 0,6% maior que o trimestre anterior, de set a nov/2017 (Quadro 1). Este crescimento se deve basicamente à perda de ocupações, pois a força de trabalho se manteve estável, ou seja, não houve ingresso de novas pessoas procurando trabalho.

A população desocupada alcançou 13,1 milhões de pessoas, aumento de 4,4% (550 mil) em relação ao trimestre anterior e perda de 3,1% (426 mil) em relação ao mesmo período do ano anterior.

Já a população ocupada recuou 0,9% (858 mil) em relação ao trimestre anterior e 2,0% (1.7 milhão) na comparação anual. As ocupações por tipo revelaram os seguintes comportamentos em relação a trimestre e ano: Empregados com Carteira estável/queda, Empregado sem Carteira queda/alta e Trabalhadores por Conta Própria estável/alta. Pode ser observada uma mudança de tendência de forma inversa entre os grupos, com melhora para os Empregados com Carteira.

O rendimento médio real habitual chegou a R$ 2.186,00, ficando relativamente estável frente ao trimestre de set a nov/2017, R$ 2.165,00.

Este resultado, que parece não ser bom, deve ser visto com cautela, pois neste  momento de retomada gradual do mercado de trabalho, os indicadores ainda apresentam sinais contraditórios. Como exemplo  podemos citar a melhora dos Empregados com Carteira, o grupo mais assistido dos ocupados, contrastando com a forte queda dos Empregados sem Carteira. Outros indicadores do mercado de trabalho, como o CAGED, vêm revelando ao longo dos últimos meses (jan-fev/2018) crescimento do número de Empregados com Carteira, o que começa a ser registrado como tendência na PNAD CONTÍNUA.

Para mais informações sobre a PNAD Contínua, consulte a divulgação oficial do IBGE.

Quadro 1

2018-03-29_095627

por: Rodolfo Torelly, Especialista em Mercado de Trabalho

    Os comentários não representam a opinião do portal, sendo de inteira responsabilidade de seus respectivos autores. Comentários impróprios ou que contenham links e dados pessoais serão excluídos.

    Deixe uma resposta

    Voltar
    

    ® 2018 Trabalho Hoje | Termos de Uso | Política de Privacidade | Desenvolvido por Informal Informática