Ipea: Desemprego maior e queda na renda aumentou desalento - Trabalho Hoje

PUBLICIDADE

Compartilhe no Facebook
Siga-nos no Twitter

Opinião

a

04/04/18 | Ipea: Desemprego maior e queda na renda aumentou desalento

Saiu no Jornal do Brasil:

“A crise no mercado de trabalho fez aumentar o número de pessoas em situação de desalento, aquelas que gostariam de trabalhar mas que não procuravam emprego acreditando que não conseguiriam uma vaga. O fenômeno é explicado, em parte, porque cresceu o total de indivíduos que se veem obrigados a procurar por um trabalho para ajudar na renda da família. Alguns tomaram providência para encontrar uma vaga, outros se juntaram ao contingente de desalentos.

A avaliação é do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), com base nos dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) apurada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O Ipea notou que a População Economicamente Ativa vem crescendo próximo de 2% nos últimos anos, indicando que há em curso um aumento no fluxo de pessoas saindo da condição de inativos para integrar a força de trabalho. Para compreender o crescimento do desalento nesse contexto, o instituto observou a trajetória da população inativa, separada em três grupos: pessoas que gostariam de trabalhar, mas que não procuraram trabalho por se sentirem desalentadas; pessoas que gostariam de trabalhar, mas que não procuraram trabalho por outro motivo; e pessoas que não gostariam de trabalhar.”

Veja a matéria completa no site do Jornal do Brasil.

por: Fernando Gimenes, Gestor de Conteúdo do Portal Trabalho Hoje.

    Os comentários não representam a opinião do portal, sendo de inteira responsabilidade de seus respectivos autores. Comentários impróprios ou que contenham links e dados pessoais serão excluídos.

    Deixe uma resposta

    Voltar
    

    ® 2018 Trabalho Hoje | Termos de Uso | Política de Privacidade | Desenvolvido por Informal Informática